Notícia

COM VÁRIOS DESFALQUES, GAMA PERDE INVENCIBILIDADE NO CAMPEONATO CANDANGO

Foto: Douglas Oliveira/ SEG

#SEJASÓCIO

Pela primeira vez, a Sociedade Esportiva do Gama saiu derrotada neste Candangão. O revés por 3 a 1 foi contra o Sobradinho, na noite desta quarta-feira (22), no Mané Garrincha. O time, que sofreu com os desfalques e com as lesões durante a partida, se mantém na 2ª posição, com 20 pontos.


O JOGO

A partida começou aberta, com chances de ambas as equipes. O Gama assustou mais em bola parada. Logo aos 4 minutos, em falta lateral, Baiano bateu direto e obrigou boa defesa do goleiro do Sobradinho. Aos 14, também batendo falta, Baiano arriscou da intermediária e viu a bola passar por cima do gol, após desvio na barreira.


Mas quem saiu na frente foi o Sobradinho, aos 23 minutos, com Kelvin. Porém, o alviverde não se abateu e buscou o empate na sequência. Um minuto após o gol sofrido, Alvinho ensaiou o gol. Ele ganhou do zagueiro, invadiu a área e chutou na saída do goleiro. A bola passou por cima do gol. Mas já aos 26, Alvinho marcou. Ele completou cruzamento rasteiro, vindo da esquerda e igualou o jogo: 1 a 1.  





Mas desta vez, quem deu uma resposta rápida foi o Sobradinho. Aos 31, China acertou belo chute no ângulo e recolocou o alvinegro na frente.  No minuto seguinte, Lucas Victor cabeceou para fora. E aos 44, Everton Cezar arrematou de fora da área e novamente fez o goleiro o goleiro adversário trabalhar. Ainda antes do intervalo, Michel Pires saiu machucado e deu lugar a Rafael Carletti.


Na volta do intervalo, nova substituição. Saiu Alvinho e entrou Potita. E o segundo tempo começou com pressão alviverde, com chegadas perigosas de Rafael Carletti, Potita e Felipe Assis. Aos 16, nova mudança forçada. Por contusão, Marcos Baiano deu lugar a Kaká. Porém, para piorar a situação da equipe, minutos depois, Michel também sentiu uma lesão, mas permaneceu no sacrifício em campo, pois a equipe já havia feito todas as substituições.


Apesar das adversidades, o Gama seguia forte na busca pelo gol e passou a apostar em chutes de fora da área. Primeiro com Potita. Depois com Glaybson. E ainda com Baiano, que do meio campo, quase marca outro belo gol com a camisa alviverde.


Mas, o Sobradinho estava bem postado na defesa e saia em velocidade no contra-ataque. E foi assim que a equipe sacramentou a vitória. Aos 35, Betinho fechou o placar: Sobradinho 3 x 1 Gama.


Para o capitão Baiano, após a primeira derrota no Candangão, o momento é de levantar a cabeça e já pensar no próximo jogo. “Tivemos um jogo difícil contra o Paracatu e pegamos uma equipe que vinha descansada. Além disso, tivemos problemas de lesão com alguns jogadores (Michel Pires, Alvinho, Marcos Baiano e Michel) e isso complicou muito. Pegamos uma equipe rápida, que fez por merecer a vitória e agora é descansar porque sábado temos outra batalha contra o Ceilândia”. 





Baiano também avaliou os pontos bons e ruins que se pôde tirar da derrota. “O positivo é que a equipe novamente marcou gol, criou chances, teve chance de matar o jogo no primeiro tempo e infelizmente não fizemos. E de negativo é que perdemos quatro jogadores durante a partida e mais seis por supensão, logo são dez atletas. O elenco tem que mostrar sua força agora e reagir porque não dá tempo de lamentar. No sábado, já tem outro clássico pela frente”.





O zagueiro Michel também lamentou a atuação abaixo e o resultado negativo da equipe. “O que aconteceu hoje é difícil de explicar. Estamos até agora sem entender o que houve. Foi um dia realmente ruim para nós. No primeiro tempo, fomos pressionados pelo Sobradinho e acredito que seja isso que fadigou nossa equipe. E no segundo tempo, com o time mais esgotado e, com os imprevistos das lesões, ficou muito difícil”.

O Mais Querido do DF pode se reabilitar no Candangão e assumir a liderança isolada na competição já no próximo sábado (25). Às 16h, a equipe enfrenta o Ceilândia, no Abadião.

FICHA TÉCNICA

Sobradinho 3 x 1 Gama | 5ª rodada do Campeonato Candango
Estádio Mané Garrincha

Público: 980
Renda: 10.010

Árbitro: Wales Martins

SOBRADINHO: Leonardo; Andrezinho, Baiano, Alex, China; Thiago, Péricles, Kelvin, Gago; Paulo Henrique e Betinho. Técnico: Augusto Cesar

GAMA: Jorge Miguel; Marcos Baiano (Kaká), Michel, Bronzatti, Felipe Assis; Everton, Glaybson, Baiano, Michel Pires (Rafael Carletti); Alvinho (Potita) e Lucas Victor. Técnico: Reinaldo Gueldini

Assessoria de Comunicação
Sociedade Esportiva do Gama

VOLTAR