Notícia

COM DESFALQUES, GAMA VENCE O PARACATU FORA DE CASA

Foto: Douglas Oliveira/ SEG

#SEJASÓCIO

Com um time desfigurado, por causa de seis desfalques entre titulares e reservas, a Sociedade Esportiva do Gama enfrentou no fim de tarde deste sábado (18) o Paracatu fora de casa, no estádio Frei Norberto, e venceu a equipe local por 1 a 0. O gol foi marcado em belíssima cobrança de falta do volante Baiano, quase do meio-campo, o atleta surpreendeu o goleiro mineiro. Com o resultado, Gama reassumiu a segunda posição do campeonato com 20 pontos, e de quebra continua invicto e já classificado para a próxima fase do Candangão.





O JOGO

Com o gramado encharcado pela chuva que caiu, a partida começou bastante equilibrada, com o Gama tentando assumir o controle. Contudo, os donos da casa não se intimidaram, e conseguiram evitar a pressão. Mas o alviverde administrou a posse quando tinha a bola.

O Paracatu teve a primeira oportunidade de perigo, aos quatro minutos, o meia Carlos Henrique pega mal na bola, chutando para cima do gol. A partir daí, o jogo ficou muito truncando meio de campo. O alviverde aproveitava o contra-ataque rápido pelo lado esquerdo com Lucas Victor. Justamente com o atacante que o Gama chegou com perigo. Aos 14’, Lucas roubou a bola do goleiro, driblou o arqueiro, mas o atleta pegou mal na bola, que saiu por cima do gol.

Estreante com a camisa titular do Gama, o goleiro Jorge salvou pelo menos duas vezes na primeira etapa. Jorge sempre seguro nas defesas. Aos 38’, Baiano cobrou escanteio, o zagueiro Pedrão subiu sozinho na área do Paracatu. Exigiu a boa defesa do goleiro adversário.


 



No segundo tempo, pela precariedade na iluminação do estádio Frei Norberto, o Gama se lançou à frente sempre com a bola aérea. Aos 21 minutos, o volante Baiano bateu falta a com muita categoria quase do meio-campo e fez um golaço. O gol deu tranquilidade ao Mais Querido do DF, que seguiu buscando o ataque. O jogo continuou aberto no segundo tempo, mas a equipe alviverde se compactou para impedir as chegadas do time da casa e garantir a primeira vitória fora de casa.




O técnico Reinaldo Gueldini fez elogios à evolução da equipe do Gama na vitória por 1 a 0. “Nós temos que valorizar o chute do Baiano, o Paracatu tentou e está de parabéns, dificultou bastante a nossa vitória. Mas o nosso grupo está de parabéns, pela dedicação, pelo empenho e pela luta o tempo todo. ” O treinador gamense lembrou que o time atuou com desfalques. “Ninguém gosta de perder quatro titulares, mas a gente não vive de quatro jogadores. Se vive de um grupo de atletas, de profissionais que trabalham todos os dias, tem respeito ao momento de cada um, e os que jogaram hoje deram conta do recado. A equipe vai crescer, as opções vão melhorando, e a gente tem tudo para fazer um grande campeonato”, finaliza.

Autor do único gol da partida, o volante Baiano fala sobre o momento da equipe na competição. “Futebol é dentro de campo. Torcida veio e colaborou, fez uma festa bonita. Só que a equipe do Paracatu não merece uma iluminação como essa no seu estádio. Nós vamos contra tudo e contra todos. O Gama mostrou hoje que tem um elenco. Jorge entrou muito bem, o Lucas Victor também. Entramos e mostramos que o Gama está mais forte que tudo”, conclui.


Gama volta a jogar na próxima quarta-feira (22), às 20h, no estádio Nacional Mané Garrincha, contra o Sobradinho, pela 5ª rodada do Campeonato Candango, partida que foi adiada.



FICHA TÉCNICA

Paracatu 0 x 1 Gama | 10ª rodada – Campeonato Candango

Público: 663 pagantes

Renda: R$ 5.745,00



GAMA: Jorge Miguel; Marcos Baiano, Pedrão, Rodrigo Bronzatti e Felipe Assis; Baiano, Éverton César, Glaybson e Michel Pires (Gordo); Lucas Victor (Potita) e Alvinho. Técnico: Reinaldo Gueldini



Paracatu: Jordan; Renato, Breno, Humberto e Magal; Léo Cruz, Diego, Caio Cabecinha e Carlos Henrique (Ademir); Dim (Cuiabano) e João Lucas (Diógenis). Técnico: Buião



Assessoria de Comunicação
Sociedade Esportiva do Gama

VOLTAR