Gama e BRB negociam parceria para temporada

06/07/2020

Após as reclamações da torcida do Gama, reinvindicações dos clubes e entidades ligadas ao esporte local, o Banco de Brasília (BRB) através da Secretária de Esportes do DF, Celina Leão, abriu diálogo com os clubes do DF e a Federação de Futebol de Brasília (FFDF) para uma reunião de viabilidade de um possível apoio da instituição financeira ao futebol local. O segundo encontro, entre representantes dos clubes e do banco, aconteceu na tarde de hoje (06).

Conforme solicitado na primeira reunião realizada, o Gama enviou sua proposta ao banco e informou os termos. Na manhã desta segunda-feira, o BRB enviou o horário da reunião aos clubes e à Federação de Futebol do DF (FFDF). O presidente do Gama, Weber Magalhães, foi à abertura do encontro, se manifestou, nomeou o presidente da FFDF, Daniel Vasconcelos e a secretária de Esportes do DF, Celina Leão, como representantes dos interesses do clube por já terem conhecimento dos termos solicitados pelo Gama.

Em repúdio à ação do Brasiliense, de assediar os jogadores do Gama em um momento de dificuldades financeiras, Weber Magalhães se recusou a participar da mesma mesa onde estava a representante legal do Brasiliense. "Para o futebol do DF se reerguer precisamos de um mínimo de respeito entre os clubes. Não houve discussão, não ofendi ninguém, apenas falei da falta de respeito do Brasiliense ao assediar nossos atletas em um momento de situação financeira delicada que estamos. Inclusive, informei tranquilamente os procuradores para representarem o Gama", afirmou.

De acordo com Weber, é necessário agora que o diálogo entre Gama e BRB se mantenha próximo. "Nós cumprimos com o que eles pediram, apresentamos um projeto que mostra a viabilidade do apoio financeiro. Não estamos aqui para tirar dinheiro de empresa pública e sim para fazermos uma parceria, ambas as instituições têm a ganhar. O Gama passa sim por dificuldades, são tempos difíceis mas entendemos que há limites que não se ultrapassam. Reitero, estamos em contato constante com o BRB para tornar esta parceria possível", afirmou o presidente do Gama. 

Investimento até 2022
O departamento de marketing do BRB informou na reunião desta tarde (06) que a ideia do banco é investir seis milhões de reais no futebol local até 2022. A distruibição se daria a todos os clube profissionais e amadores do DF, de acordo com a competição que cada instituição estiver participando. O investimento desta quantia em cada time ainda não foi divulgada pelo banco.

Proposta da torcida
Além do projeto apresentado pelo Gama, ainda na primeira reunião, o clube alviverde entregou ao BRB um projeto de possível patrocínio desenvolvido pela Torcida Organizada Ira Jovem. A união do time com a torcida demonstra o comprometimento de todos para que o reerguimento do alviverde aconteça da maneira mais breve o possível.