Gama luta, mas acaba derrotado em sua estreia na Copinha

03/01/2020

Na tarde desta sexta-feira (03), o Gama entrou em campo para debutar na Copa São Paulo de Futebol Junior, a Copinha, que está em sua 51ª edição. O adversário era o Athletico-PR, tido como favorito do Grupo 14. A bola rolou exatamente às 16h15, no Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí-SP, sede do grupo.

O Gama jogou bem e deu trabalho aos paranaenses, mas alguns erros pontuais custaram caro ao alviverde, que acabou derrotado por 2 x 0. Vinícius Mingotti e Iago decretaram a vitória adversária. No final da partida, Muriel teve uma excelente chance de diminuir o prejuízo em uma cobrança de pênalti, mas a bola acabou indo para fora.

O próximo desafio do Gama na competição é na segunda-feira (06), às 14h, no mesmo Estádio Jayme Cintra. O adversário será o Paulista-SP, que empatou  em 0 x 0 com o Rio Claro-SP.

Primeiro tempo duro

O Gama começou bem nos primeiros minutos. O alviverde tentou encontrar espaços pelo lado direito de ataque e até chegou a ter uma excelente chance no primeiro minuto, mas o cruzamento do Brenno foi cortado pela defesa paranaense. Em resposta, Vinícius Mingotti recebeu lançamento do goleiro Léo Linck, avançou e ficou frente a frente com Marcos. O arqueiro alviverde foi astuto e desarmou o atacante adversário.

O Athletico cresceu na partida e aos sete minutos, Luan chutou de longe. A bola acabou nas mãos de Marcos, que defendeu com tranquilidade. Aos 14’, Rômulo driblou dois defensores gamenses e bateu forte, mas a bola raspou a trave esquerda, saindo pela linha de fundo.

Aos 17’, porém, o pior aconteceu. Após contra-ataque do Athletico, Vinícius Mingotti recebeu cruzamento na área e subiu mais alto do que todo mundo para abrir o placar. A bola foi ao gol de maneira indefensável, sem chances para Marcos: 1 x 0.

O Gama não se deu por vencido e buscou o empate principalmente em jogadas aéreas. Na melhor das chances, aos 28 minutos, Jonas subiu mais alto que toda a defesa paranaense para aproveitar escanteio cobrado por Muriel. Na cabeçada, entretanto, o zagueiro acabou mandando por cima do gol. Marcos ainda conseguiu, novamente, salvar a pátria alviverde ao desarmar Rômulo na área, impedindo o que poderia ter sido o segundo gol dos paranaenses.

Antes do primeiro tempo acabar, Vinícius Kauê, que já havia recebido cartão amarelo, entrou de forma irresponsável em Leonardo. Alef Pereira levantou ao cartão vermelho, expulsando o lateral adversário. Alguns minutos depois, o árbitro apontou o centro de campo.

Segundo tempo

O Gama voltou melhor na segunda etapa. Apesar do Athletico ter armado boas jogadas nos cinco primeiros minutos de jogo, quem mais levou perigo foi o alviverde. Brenno, Leonardo, Muriel e Daniel foram os principais responsáveis pelas jogadas mais perigosas do Gama. A maioria delas foram armadas pelo lado direito.

O Athletico apertou a marcação pelos flancos e isso dificultou os ataques gamenses. Aos 8’, Brenno encontrou Daniel partindo em velocidade. Ele tocou, mas a bola saiu com muita força pela linha de fundo. Dois minutos depois, Muriel partiu veloz pelo lado direto e invadiu a área. Ele tocou para Leonardo, mas a defesa paranaense desviou o passe, afastando o perigo.

Aos 15’, a melhor chance do Gama em toda a partida até então. Leonardo lançou em profundidade Daniel, que correu em direção à bola contra o goleiro adversário. No entanto, o arqueiro chegou primeiro e por pouco o atacante gamense não marcou.

Mas os paranaenses chegaram ao segundo tento. Aos 32 minutos, Iago recebeu lançamento e correu em direção ao gol, sozinho. O goleiro Marcos abandonou a meta e foi driblado. O paranaense empurrou para o gol vazio e aumentou a desvantagem alviverde: 2 x 0.

Valente, o Gama foi para o ataque em busca de um gol salvador. Aos 36’, Brenno recebeu na entrada da área, girou e bateu forte. A bola raspou a trave esquerda, arrancando-lhe tinta. Foi por pouco. No final do jogo, aos 48’, o Gama ainda teve uma chance de ouro em uma penalidade máxima marcada com o árbitro em cima da jogada. Na cobrança, Muriel acabou mandando pela linha de fundo, pelo lado esquerdo. Alef Pereira apontou o centro de campo na sequência.

Com a derrota, o Gama precisa vencer o Paulista-SP se quiser manter vivo o sonho da classificação. A próxima partida, diante dos donos da casa, será na segunda-feira (06), às 14h15, novamente com transmissão da FPF TV no Facebook. Haverá também transmissão pelo aplicativo MyCujoo, exclusiva da entidade paulista.

 

 

ATHLETICO-PR 2 x 0 GAMA

Copa São Paulo de Futebol Jr – 1ª Rodada (Grupo 14) 
03/01/2020 – 16h15
Estádio Jayme Cintra – Jundiaí-SP
Árbitro: Alef Pereira
Assistente 1: Henrique Oliveira
Assistente 2: Douglas Borges
4º Árbitro: Rudiney Ferreira

 

ATLHETICO-PR

Léo Linck; Luca Caio, Luan Patrick, Lucas Andrade e Vinicius Kauê; Kawan (João Vialle), Ramon (Kennedy), Jajá (Iago) e  Renan Soares (Leonardo Ataíde); V. Mingotti (Paulo Victor) e Rômulo (Bruno Leite).


Técnico: Rafael Guanaes
Gols: V. Mingotti, aos 17’ do 1º tempo e Iago, aos 32’ do 2º tempo.
Cartões Amarelos: Vinícius Kauê
Cartões Vermelhos: Vinícius Kauê

 

 

GAMA

Marcos; Gustavo (Sales), Jonas (Vitor), Lucas Silveira e Mateus; Leonardo (Luís Fernando), Daniel e Muriel; Breno, Índio (Pedrinho) e Ximenes

Técnico: Léo Roquete
Gols: Não marcou
Cartões Amarelos: Leonardo
Cartões Vermelhos: Não recebeu