Jurídico do Gama acompanha reunião entre MPDFT e Ira Jovem Gama

13/02/2019

A Diretoria Jurídica do Gama acompanhou, na tarde da última terça-feira (12), reunião da Torcida Organizada Ira Jovem Gama com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O encontro foi realizado para tratar sobre a suspensão que a torcida está cumprindo por parte da Polícia Militar após recomendação do MPDFT. 

A reunião foi o segundo encontro entre os promotores e os torcedores organizados. Na primeira oportunidade, ocorrida dia 8 de fevereiro e com presença do presidente Weber Magalhães, os membros do Ministério Público explicaram que a torcida não estava com os membros cadastrados conforme a Lei 10671/03 (Estatuto do torcedor). Foi dado o prazo até ontem (12) para a situação ser regularizada. 

Após quatro dias, o Diretor-Geral da Ira Jovem Gama, Kaio Henrique Lopes, apresentou a documentação estatutária da agremiação, um documento com todas as ações sociais nos últimos cinco anos e o cadastro de mais de 200 membros, realizado ao longo do último final de semana. 

Os procuradores reconheceram o esforço da torcida mas alegaram que o cadastro ainda está incompleto, portanto, mantiveram a suspensão até os registros serem atualizados conforme listado no Estatuto do Torcedor. 

A Sociedade Esportiva do Gama acompanha de perto a situação e se colocou à disposição do MPDFT, da Ira Jovem e da Polícia Militar do DF para que a organizada consiga cumprir o Estatuto do Torcedor.