Menu

Maior campeão do Distrito Federal

Seja Sócio Gamão Acesse o Site

Próxima Notícia

+ ver mais notícias

REFORÇOS COMENTAM EXPECTATIVA DE ATUAR PELO GAMA

A Sociedade Esportiva do Gama segue sua preparação para a Série D do Campeonato Brasileiro. No Centro de Treinamento Ninho do Periquito, o Maior do DF tem tido dias cheios de treinamentos físicos, táticos e técnicos, visando manter o trabalho e fazer uma boa estreia diante do Atlético de Alagoinhas/BA no dia 19. Mas além dos trabalhos de praxe, o Gama anunciou durante a semana a contratação de duas novas peças para o elenco que vai em busca do acesso a Série C: o volante Romário e o meia Ikaro Mychell.

Os atletas se apresentaram e já treinam junto do restante do elenco. Antes dos treinos da manhã desta sexta-feira (11), os atletas comentaram sobre a expectativa de vestir a camisa do Gama e sobre a disputa e os desafios da Série D.

Ikaro em seu primeiro trabalho no Ninho. Foto: Gabriel L. Mesquita/Ascom S.E Gama

Competição Difícil

Experiente, Romário conhece bem a Série D. O volante disputou a competição pelo Oeste/SP e sabe dos obstáculos que o Gama pode ter pela frente: “A Série D é um campeonato muito difícil. Disputei pelo Oeste, onde conseguimos o acesso. Não tem moleza, são muitos jogos em sequência, 14 só na primeira fase. Então o segredo é fazer o que o time vem fazendo e manter o foco e a concentração que levou o Gama ao título candango. Eu tenho certeza que o acesso é realidade”, diz o volante.

Possibilidade de título

Ikaro, por sua vez, disputou duas edições da quarta divisão. Para ele, o Gama pode entrar em campo pensando em título: “O Gama é um clube de tradição, conhecido em todo o Brasil. Disputei duas vezes a Série D e sei da dificuldade, mas eu acredito no trabalho do Gama. Com seriedade o time tem totais condições de chegar ao acesso e, depois, pensar no título”, diz o meia.

Romário segue a mesma linha de raciocínio de Ikaro: “O Gama vem forte. É claro que o primeiro objetivo é o acesso, mas podemos sim almejar mais essa taça no currículo da equipe. Tenho certeza que a diretoria trará novos reforços que, se juntando a este forte grupo, têm tudo para montar um elenco campeão”.

Vestir a mais pesada

Os jogadores não puderam deixar de comentar sobre a expectativa de defender o maior clube da capital. Antes mesmo de se apresentarem, Romário e Ikaro já sentiram a recepção do torcedor, mesmo que apenas por comentários de redes sociais. Romário diz que não titubeou em vestir a camisa do alviverde: “Assim que recebi a ligação não pensei duas vezes. Jogar pelo Gama é jogar pelo melhor que o futebol do DF pode oferecer”, explica.

Já Ikaro diz que disputar um nacional pelo alviverde é motivador: “A gente se sente motivado de vestir uma camisa tão pesada quanto a do Gama. Levar esse clube ao acesso vai ser um dos desafios mais prazerosos da minha carreira”, diz o lateral. E ele completa: “A torcida pode esperar empenho de minha parte. Nunca fui acomodado, agora vou correr pelo meu espaço dentro do grupo”.

ASCOM S.E GAMA
Gabriel L. Mesquita

Próxima Notícia

+ ver mais notícias

Patrocinadores

Apoio