Fim do sonho: Gama perde para o Luziânia e está eliminado do Campeonato Candango

 

Na noite desta quarta-feira (21), no Bezerrão, a Sociedade Esportiva o Gama teve um dia para esquecer. A equipe foi derrotada pelo Luziânia por 1 a 0, com o gol de China aos 28 da segunda etapa. O resultado foi suficiente para classificar a o time goiano para as semifinais do Campeonato Candango 2018 e para eliminar o Gama, maior campeão do torneio.

 

O jogo

Os primeiros minutos foram de um Gama mais presente no campo de ataque. Logo com três minutos, Roberto Pitio bateu forte da entrada da área, mas a bola passou por cima do gol. O arremate de fora da área do atacante não foi o único. Em dois lances, aos 19 e aos 27, Tarta também arriscou, mas em ambas errou o alvo.

Antes da segunda tentativa, aos 25, o bom público presente no Bezerrão chegou a comemorar um gol, que em seguida foi anulado. Em falta lateral, a bola foi alçada na área e Robston cabeceou para as redes. No entanto, a arbitragem assinalou impedimento do atleta.

Aos 38, o Luziânia também teve um gol anulado. Indio recebeu cruzamento e, em impedimento, cabeceou para o gol. Antes do intervalo, aos 42, Tarta fez outra boa jogada individual que terminou em finalização ao gol. Desta vez, o goleiro Márcio, do Luziânia, espalmou para escanteio.

Na segunda etapa demorou pouco para o Gama criar uma grande chance de gol. Logo com um minuto, Fábio Gama cobrou escanteio na área. A defesa afastou mal e a bola sobrou nos pés de Lúcio que dominou e, de bico, carimbou o travessão.

Do outro lado, antes dos cinco minutos, o Luziânia exigiu duas boas defesas de Victor Brasil. Na primeira, ele espalmou para escanteio uma perigosa finalização de fora da área. Na sequência, defendeu firme um cabeceio do ataque goiano.

Aos nove, o Gama chegou com perigo na jogada que mais tentou em todo o jogo. Em outra jogada individual, Tarta entrou pelo meio da defesa e, de fora área, chutou. A bola quicou antes de chegar ao gol e dificultou para o goleiro, que fez a defesa em dois lances.

E quando o jogo estava mais morno, o Luziânia aproveitou para marcar o gol da classificação. Aos 28, após cruzamento para a área, a bola passou por toda defesa e encontrou China sozinho. Ele dominou e bateu cruzado na saída do goleiro: Luziânia 1 a 0.

Até o fim, a partida ganhou contornos de tensão. O Gama precisava desesperadamente de um gol. Já a equipe goiana se fechou na defesa e se armou para o contra-ataque.

Na base do abafa, o Alviverde insistiu nos chutes de longa distância e nas bolas cruzadas para a área. Nas finalizações de longe, Alex (aos 34), Tarta (aos 42) e Felipe Werley (aos 45) tentaram e embora tenham passado perto, todas acabaram indo para fora. Nas jogas aéreas, a defesa goiana prevaleceu e conseguiu afastar todo e qualquer perigo. E assim terminou o jogo: Gama 0 x 1 Luziânia.

Com a eliminação, a Sociedade Esportiva do Gama terá como próximo compromisso no futebol profissional, somente o Campeonato Candango de 2019. Até lá, a diretoria continuará trabalhando para que 2019 seja um ano de glórias para o maior clube do Distrito Federal.

 

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Candango – Quartas de final – Jogo de Volta

Quarta-feira, 21/03/2018 – 20h 30 - Estádio Bezerrão

Gama 0 X 1 Luziânia

Gols: Luziânia – China (28’ 2T)

Público pagante: 3.494

Renda: R$ 37.680,00

 

Escalações:

GAMA: Victor Brasil; Alex, Lúcio, Raphael, Rafinha (Fernandinho); Filipe Werley, Tarta, Robston (Júlio Brasília), Fábio Gama, Wanderson (Wagner Balotelli); Roberto Pitio. Técnico: Ricardo Antônio.

Luziânia: Márcio Fernandes; Ronaldo, Perivaldo, Rodrigo Barros, Moises; Castro Jr., David, Diego, Gilmar; China e Índio. Técnico: Jairo Araújo.


Assessoria de Comunicação
Sociedade Esportiva do Gama