Gama empata fora e mantém vantagem em confronto contra o Luziânia

 

No jogo de ida das quartas de final do Campeonato Candango 2018, a Sociedade Esportiva do Gama foi até Luziânia e conquistou um importante empate em 1 a 1 diante dos donos da casa. Na partida que ocorreu na tarde deste sábado (17), no estádio Serra do Lago, os goianos saíram na frente com gol de pênalti de Gilmar e Roberto Pitio, também de pênalti, empatou para o Gama. Graças a vantagem obtida pela melhor campanha na primeira fase, qualquer empate ou vitória no jogo de volta, no Bezerrão, garante o alviverde na semifinal no torneio.

 

 

O Jogo

Os primeiros 90 minutos do confronto que vale a vaga para as semifinais começou movimentado. Com um minuto, Rafinha quase marcou ao encobrir o goleiro ao tentar um cruzamento. Aos quatro, Raphael resvalou de cabeça após o levantamento de Fábio Gama e obrigou a primeira defesa do jogo, feita pelo goleiro Márcio, do Luziânia.

Porém, no lance seguinte, os goianos saíram em contra-ataque rápido, que terminou em pênalti para o Luziânia, após o árbitro assinalar que o goleiro Victor Brasil teria derrubado o atacante Índio. Na cobrança, o goleiro pulou para o lado certo, tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol de Gilmar. Luziânia 1 a 0.

Após o gol, o jogo se manteve equilibrado com chances para ambas as equipes. Enquanto o Luziânia assustava aos 23, em cobrança de falta de Gilmar que foi defendida por Victor Brasil, o Gama respondia no minuto seguinte com Tarta em um arremate perigoso, que saiu à esquerda do gol.

Da mesma forma quando os goianos quase marcaram aos 32. Índio se esticou para completar cruzamento rasteiro e, mesmo na pequena área, mandou para fora.

Já o Alviverde chegou com dois chutes de fora da área. Primeiro com Roberto Pitio aos 35, o qual obrigou o goleiro a espalmar a forte finalização para frente da área e o segundo com Tarta, que, aos 43, teve seu chute desviado pela defesa, alcançando assim o escanteio. Na cobrança, Fábio Gama cruzou e, na disputa entre um bolo de jogadores dentro da área, o árbitro assinalou pênalti para o Gama. Na cobrança, Roberto Pitio chamou a responsabilidade e bateu rasteiro, no canto direito para empatar o jogo. 1 a 1. Após o gol, o primeiro tempo foi encerrado.

 

 

O segundo tempo começou frio e as chances de gol se tornaram mais raras. Aos 15, em falta de meia distância, Tarta tentou surpreender. O chute foi por cima da barreira, mas também por cima do gol. Um minuto depois, também de longe, Felipe Werley finalizou, mas o goleiro Márcio defendeu sem grandes problemas.

Já nos 15 minutos finais, David Dener e Fernandinho, que haviam entrado no decorrer do segundo tempo, bagunçaram e deram trabalho a defesa goiana. Aos 31, após cruzamento para a área, Dener brigou e ganhou na força da marcação e buscou o passe para o meio, onde havia um companheiro melhor posicionado. Infelizmente a defesa tirou. O mesmo David Dener achou ótimo passe para Felipe Werley, que, da marca do pênalti, tentou duas vezes até conseguir finalizar. O arremate foi no meio do gol, mas exigiu grande defesa do goleiro.

No entanto, a última e mais perigosa chance seria do Luziânia. Aos 44, após cruzamento para a área, Pedro cabeceou no contrapé de Victor Brasil e carimbou a trave. Azar para os mandantes, mas o jogo terminou assim no Serra do Lago: Luziânia 1 x 1 Gama.

 

 

O centroavante Roberto Pitio mostrou mais uma vez a estrela que tem com a camisa do Gama. Em sua terceira passagem pelo clube, o atacante comemorou mais uma estreia em que deixa a sua marca. “Estou muito feliz pelo gol. Venho trabalhando forte. Tenho muita felicidade em vestir a camisa do Gama. Mas o mais importante mesmo foi não perder aqui. Foi um jogo difícil e agora é descansar e pensar no jogo de quarta-feira. Esperamos todos os torcedores para fazer uma grande festa para que possamos sair com a classificação”, relatou o Pitio, que foi substituído na partida com um desconforto na coxa esquerda. O atacante já começou o tratamento e deve ter condições de jogo na próxima quarta.

 

Já o volante Felipe Werley analisou o jogo. “Sabíamos que seria uma partida difícil por jogar no campo do adversário. Mas a gente se impôs. Tomamos um gol por vacilo no início do primeiro tempo. Mas não deixamos cair o nível. Fizemos o que o professor Ricardo pediu, que foi manter a calma, fazer o que vínhamos trabalhando durante a semana, que o gol sairia naturalmente”, relatou.

Felipe Werley também comemorou a manutenção da vantagem no duelo. “Sabíamos que saindo atrás do placar, teríamos que trabalhar o dobro, pois precisávamos manter a vantagem no confronto. E sabíamos que se não perdesse, a equipe sairia com o passo à frente. Agora é decidir dentro de casa, com o apoio da torcida. E, se continuarmos com essa pegada, a classificação virá com certeza”.

A definição do confronto ocorre já na próxima quarta-feira (21), às 20h 30, quando Gama e Luziânia se enfrentarão no Bezerrão. Contamos com a força da nossa torcida para lotar o nosso caldeirão para nos apoiar rumo à semifinal do Candangão.

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Candango – Quartas de final – Jogo de ida

Sábado, 17/03/2018 – 15h 30 - Estádio Serra do Lago, Luziânia/GO

Luziânia 1 X 1 Gama

Público pagante: 1.590

Renda: R$ 13.200,00

 

Escalações:

GAMA: Victor Brasil; Murilo, Lúcio, Raphael, Rafinha; Filipe Werley, Robston, Tarta, Wanderson (Fernandinho), Fábio Gama (Júlio Brasília); Roberto Pitio (David Dener). Técnico: Ricardo Antônio.

Luziânia: Márcio Fernandes; Luizinho (Pedro), Perivaldo, Rodrigo Barros, Ronaldo; Castro Jr., David, Diego, Gilmar (Anjinho); China e Índio (Paranaguá). Técnico: Jairo Araújo.

 

Assessoria de Comunicação
Sociedade Esportiva do Gama