Gama domina a partida e vence o Paracatu por 4 a 2 no interior mineiro

 

 

 

Com autoridade, a Sociedade Esportiva do Gama foi ao estádio Frei Norberto neste sábado (24) e venceu o Paracatu por 4 a 2. O primeiro tempo terminou empatado. Os mandantes saíram na frente, mas Robston empatou para o Gama. Na segunda etapa, o Alviverde deslanchou com um show de Tarta. O jogador marcou três vezes e comandou a convincente vitória gamense. O resultado levou a equipe aos 16 pontos e a liderança provisória do Candangão 2018.

 

 

 

O jogo

Apesar da pressão da equipe mandante, o Gama tomou as ações do jogo desde os primeiros minutos. Embora a bola rondasse a área, com a equipe apostando em jogadas laterais e individuais, as finalizações eram poucas.

E assim, em um contra-ataque rápido aos 10 minutos, o Paracatu conseguiu ótima falta na entrada da área. Na cobrança, Zé Wilson bateu colocado e no canto para abrir o placar: 1 a 0 Paracatu.

Três minutos depois, em outra cobrança de falta, os mineiros quase aumentaram, mas a bola parou na rede pelo lado de fora.

Após o susto, o Gama emendou uma sequência de lances que quase resultaram no empate. Aos 20, Fábio Gama teve ótima chance, mas da marca do pênalti, chutou por cima. David Dener e Fernandinho também ficaram no quase em lances parecidos. Ambos foram acionados, mas, na pequena área, não alcançaram o passe para concluir para o gol. Dener ainda apareceu em dois cabeceios na primeira trave, mas a bola não encontrou o gol.

Depois de tanto insistir, o gol finalmente saiu. Aos 30, Tarta recebeu na área e tocou para o meio. Dener deixou a bola passar para Robston chegar batendo, sem chances de defesa: 1 a 1.

Dois lances quase movimentaram o placar ainda no primeiro tempo. Para o Paracatu, o chute de longe de Serginho raspou o travessão. Para o Gama, o escanteio batido por Fábio Gama encontrou Jacó, que cabeceou à esquerda do gol.

Na segunda etapa, o maior volume de jogo do Gama se manteve, mas desta vez a torcida não precisou esperar tanto para gritar gol. Logo aos 7, em contra-ataque, Fernandinho fez boa jogada e tocou para Tarta. Ele dominou, cortou a marcação e, da entrada da área, bateu colocado no canto. Um golaço. 2 a 1 Gamão.

 

Porém aos 17, uma desatenção custou caro ao Gama. A equipe mineira recuperou a bola na área de ataque. Ela chegou em Zé Wilson que acertou um chute forte, no canto, e empatou a partida: 2 a 2.

O Alviverde não se abateu e recuperou a vantagem no placar em poucos minutos. Aos 23, Tarta fez boa jogada pelo meio e passou para Murilo, que invadia a área pela direita. O lateral recebeu e buscou o cruzamento rasteiro. A defesa afastou mal e Tarta, da marca do pênalti, só deslocou o goleiro para marcar. 3 a 2 Gama.

 

 

Para confirmar o resultado, Tarta, o destaque do jogo, decidiu mais uma vez. Aos 36, Murilo cruzou para a área. Na segunda trave, Fernandinho escorou para o meio e, novamente da marca do pênalti, Tarta mandou para as redes.

O próprio Tarta falou do sentimento por seu desempenho e pela suada vitória conquistada.  “Feliz por ter feito três gols e ajudado a equipe a sair com os três pontos. Foi um jogo difícil, na casa do adversário. Novamente saímos atrás, mas tivemos força para buscar o resultado. Colocamos nosso futebol em prática e fomos abençoados para sair vitoriosos hoje”, analisou.

 

Já o goleiro Victor Brasil projetou o que esperar da próxima partida da equipe. “O horário favorece, 20h, teremos pouco mais de tempo para descansar. E é bom continuar assim, trabalhando, com muita força, para buscarmos a vitória”, resumiu.

O próximo compromisso do Alviverde é já na próxima quarta-feira (28), às 20h. No Bezerrão, a equipe enfrenta o Ceilândia, pela oitava rodada do Campeonato Candango 2018.

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasiliense – 8ª Rodada

Sábado, 24/02/2018 – 16h - Estádio Bezerrão

Paracatu 2 X 4 Gama

Gols: Gama – Robston (30’ 1T) Tarta (7’ 2T; 23’ 2T; 36’ 2T); Paracatu – Zé Wilson (11’ 1T; 17’ 2T)

Público pagante: 700

Renda: R$ 6.300,00

 

Escalações:

Gama: Victor Brasil; Murilo, Felipe Marcelino, Jacó, Rafinha; Filipe Werley, Tarta, Robston, Fábio Gama (Judvan Lucas); Fernandinho (Diego) e David Dener (Fábio Saci). Técnico: Ricardo Antônio.

Paracatu: Vinicius; Victor Melo, Breno, Humberto, Zé Wilson; Alisson Guirra, Daniel Vargas, Serginho, Marquinho; Gregory e Davi. Técnico: Paulo Roberto Junges

Assessoria de Comunicação

Sociedade Esportiva do Gama